terça-feira, maio 23, 2017

Cerromaior




MANUEL DA FONSECA
capa de Manuel Ribeiro Pavia

Lisboa, 1943 (Dezembro)
Editorial «Inquérito», Ld.ª
2.ª edição
19,2 cm x 12,5 cm
304 págs.
composto manualmente em Elzevir
encadernação em meia-francesa com elegante gravação a ouro na lombada
aparado e carminado à cabeça
conserva as capas de brochura
exemplar estimado; miolo limpo, restauro marginal na folha das págs. 79-80
VALORIZADO PELA SIGNIFICATIVA DEDICATÓRIA MANUSCRITA DO AUTOR
45,00 eur (IVA e portes incluídos)

Cerromaior (ou seja, Santiago do Cacém, terra natal do poeta e romancista Manuel da Fonseca) mereceu do escritor Almeida Langhans, no ficheiro de leitura da Fundação Calouste Gulbenkian – serviço de aquisições para as Bibliotecas Itinerantes, a seguinte apreciação negativa:
«Valor – Há falta de uniformidade literária. Intenção – Narrativa dos mais mesquinhos costumes provincianos. Não aceitável. Esta obra deve ser excluída por causa do excesso de realismo do descritivo dos impulsos sexuais frequentes como um tema.» Disse.
Capa reproduzida no catálogo do Museu do Neo-Realismo, Ilustração & Literatura Neo-Realista (Vila Franca de Xira, 2008), em tudo idêntica à da edição original, excepto na cor do fundo.

pedidos para:
telemóvel: 919 746 089